Jovens capturadas e forçadas a cavar a própria cova passaram pelo “tribunal do crime” - CASTANHEIRAS NEWS - O SEU PORTAL DE NOTICIAS

Post Top Ad

ANUNCIE CONOSCO - (69) 98431 - 0154

Jovens capturadas e forçadas a cavar a própria cova passaram pelo “tribunal do crime”

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS



Um vídeo que circula nas redes sociais tem chocado a população. As imagens mostram as duas adolescentes, sendo uma de 16 e outra de 17 anos, cavando a própria cova antes de serem mortas a tiros por integrantes de uma facção criminosa do estado do Maranhão, Bonde dos 40.


As adolescentes identificadas apenas pelas iniciais J.E, de 16 anos, e M.E, de 17 anos, foram torturadas e assassinadas na manhã desse domingo (21/03) em região de mata no bairro bairro Parque Aliança, em Timon, Maranhão. Segundo fontes informaram ao OitoMeia, as mortes teriam sido motivadas por envolvimento com facções criminosas.


Em um dos vídeos conseguidos pela reportagem, as vítimas aparecem cavando a própria cova antes de serem executadas. Durante a escavação, os criminosos, inclusive com a presença de mulheres, aparecem fazendo um interrogatório para as duas vítimas.


É possível observar que a mulher que filma as jovens pergunta quem pegou e matou uma outra pessoa a qual ela chama de irmã “Sereia”, que foi executada por membros de uma facção rival.  “Quem foi que falou? Quem pegou a irmã? Ele é de onde?”, pergunta uma das criminosas.


Na sequência uma das vítimas responde quem teria sido e mostra a foto do homem apontado como executor da “Sereia”, no celular. “Foi esse menino aí, ó. Ele que saiu com ela no dia (da morte). Ela tinha me chamado também, mas eu não fui”, diz a adolescente com uma pá na mão retirando a terra da cova onde horas depois foi encontrada morta e enterrada junto com a amiga.


Na sequência do vídeo é possível observar que a outra adolescente está com outra ferramenta de escavação também ajudando a retirar a terra do buraco.


FACÇÕES NO CRIMINOSAS


Segundo a polícia, os criminosos que cometeram as execuções pertencem a facção maranhense Bonde dos 40 e as vítimas são apontadas como tendo envolvimento com outra facção rival, o Primeiro Comando da Capital.


Fotos enviadas ao OitoMeia mostram as adolescentes bastante feridas e sendo obrigadas a fazerem o símbolo 4 com as mãos, simbolizando a facção que as capturaram e mataram. 


Um vídeo conseguido com exclusividade pela reportagem mostra uma mulher mandando satisfação aos integrantes da facção maranhense e afirmando que fazia parte do PCC, mas foi punida e excluída e que por conta disso ficou revoltada e está pedindo para entrar no grupo criminoso rival.


“Satisfação a todos os irmão da família do Bonde dos 40. Eu vim hoje aqui através desse vídeo me redimir e pedir uma oportunidade a todos os irmãos e irmãs para mim fechar junto com vocês. Eu fui excluída do PCC, peguei uma punição e por conta disso fiquei muito revoltada e hoje estou aqui pedindo a oportunidade para fechar com vocês e se precisar de alguma coisa estamos aqui para resolver a qualquer hora”, fala a mulher no vídeo



Fonte : Oito Meia


Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANUNCIE CONOSCO - (69) 98431 - 0154
loading...