Trump não descarta colocar dinheiro do próprio bolso na campanha - CASTANHEIRAS NEWS - O SEU PORTAL DE NOTICIAS

Post Top Ad

ANUNCIE CONOSCO - (69) 98431 - 0154

Trump não descarta colocar dinheiro do próprio bolso na campanha

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS

 Donald Trump – Wikipédia, a enciclopédia livreDonald Trump – Wikipédia, a enciclopédia livre

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não descartou nesta terça-feira colocar dinheiro do próprio bolso na campanha de reeleição, após o jornal "The New York Times" informar que o governante poderia ter problemas de financiamento a menos de dois meses das eleições, marcadas para o dia 3 de novembro. "Se precisarmos de mais, posso fazer isso pessoalmente, como fiz nas primárias na última vez. 

Coloquei muito dinheiro em 2016. Se precisar, vou fazer isso, mas não temos motivo. Dobramos e talvez tenhamos triplicado o que tivemos há quatro anos", disse o mandatário em Maryland, antes de viajar para a Flórida. Questionado sobre quanto poderia gastar das economias pessoais,Trump foi enfático: "O que for necessário", declarou. 

"Temos que ganhar, está é a eleição mais importante da história do nosso país e temos um grupo de esquerda radical que está por aí", comentou. Na segunda-feira, o jornal americano publicou, citando republicanos, assessores e ex-assessores do presidente, que a campanha de Trump pode sofrer uma escassez de recursos dois meses antes das eleições.

De acordo com a publicação, dos US$ 1,1 bilhões que a campanha de Trump e o Partido Republicano arrecadaram desde o fim de 2019 até julho desde ano, mais de US$ 800 já foram gastos. Trump disse nesta terça-feira que "a imprensa é falsa" e que a campanha atual tem mais dinheiro do que há quatro anos.

"Devido ao vírus da China (como Trump se refere ao coronavírus Sars-CoV-2), minha campanha, que arrecadou muito dinheiro, se viu forçada a gastar para lidar com as notícias falsas sobre a maneira que a verba foi gerida. 

Fizemos e estamos fazendo um grande trabalho, ainda temos muito dinheiro, muito mais do que em 2016. Como fiz nas primárias de 2016, se precisar de mais dinheiro, o que duvido, eu colocarei", afirmou o presidente no Twitter. Trump injetou mais de US$ 50 milhões na campanha durante as primárias republicanas de 2016, mas não destinou recursos do próprio bolso para as eleições gerais.

O "New York Times" atribui os potenciais problemas financeiros aos "hábitos de desperdício" tanto na campanha do presidente como na Convenção Nacional Republicana, que teria usado centenas de milhares de dólares. 

O jornal acrescenta que desde que Bill Stepien substituiu Brad Parscale como gestor da campanha de reeleição de Trump, em julho, impôs uma série de medidas mais austeras. Em conferência com repórteres na segunda-feira, Stepien disse que a campanha de Trump tem atualmente mais recursos do que tinha em 2016. 

Fonte : EFE ssa/vnm.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANUNCIE CONOSCO - (69) 98431 - 0154
loading...