Polícia investiga igreja que teria prometido imunizar fiéis do coronavírus em Porto Alegre - CASTANHEIRAS NEWS - O SEU PORTAL DE NOTICIAS

Post Top Ad

ANUNCIE CONOSCO - (69) 98431 - 0154

Polícia investiga igreja que teria prometido imunizar fiéis do coronavírus em Porto Alegre

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS
Polícia investiga igreja que teria prometido imunizar fiéis do coronavírus em Porto AlegrePolícia investiga igreja que teria prometido imunizar fiéis do coronavírus em Porto Alegre

A 4ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre abriu, nesta segunda-feira (2), um inquérito para investigar a possibilidade de charlatanismo na divulgação de um culto da igreja Catedral Global do Espírito Santo, que, supostamente, prometeu a imunização de doenças, citando o coronavírus.
O G1 entrou em contato com a igreja e com o pastor Sílvio Ribeiro. Ele disse à reportagem que se manifestará na terça-feira (3).
O culto foi realizado no último domingo (1º). No panfleto de divulgação, a igreja anuncia: "O poder de Jesus contra o coronavírus: venha porque haverá unção com óleo consagrado no jejum para imunizar contra qualquer epidemia, vírus ou doença".
Conforme a delegada Laura Lopes, o inquérito foi instaurado para apurar a possibilidade de crime de charlatanismo, que, conforme o Código Penal, seria "inculcar ou anunciar cura por meio secreto ou infalível". Nos próximos dias, ela deve começar a ouvir pessoas ligadas à igreja.
Pela veiculação do folder, a delegacia instaurou a investigação, que tem 30 dias de prazo para conclusão. Até o momento, a Polícia Civil afirmou que só tem conhecimento deste caso.
"A gente tem o folder que foi nos encaminhado, que diz que imunizaria o coronavírus. Uma equipe de policiais foi até o culto, era um serviço discreto, mas tinha gente que conhecia eles e não foi tão discreto", afirma.
"Eles [policiais] perguntaram, falaram com pastor e fiéis, e em princípio nada de ilegal ali foi constatado", detalha a delegada.
O culto foi filmado e está disponível na internet. Nas imagens, o pastor Sílvio Ribeiro diz que "se você tem o Espírito Santo, a doença vai cair quando chegar em você. O Brasil vai pegar esse demônio aí pelo sangue de Jesus. Não vai ser casa de demônio.”
Em outro momento, exclama: "o coronavírus é a trombeta de Deus proclamando arrependei-vos (repete). O que é o coronavírus? Não é pra ti (repete), eu vou profetizar, ninguém que é lavado, remido, redimido, perdoado, justificado, inspirado, ungido, lavado, salvado pelo sangue de Jesus, vai morrer", afirma.
Até a tarde de segunda, o Ministério Público do Rio Grande do Sul havia recebido 10 denúncias sobre a suposta promessa de curar ou proteger do coronavírus pela igreja. O anúncio foi encaminhado para as Promotorias de Justiça Criminais, de Proteção à Saúde e às Promotorias de Justiça Cíveis, para a verificação do tipo de conduta e eventuais consequências legais, afirma o órgão.
Para a procuradora, a conduta dessas pessoas pode se enquadrar nos crimes de charlatanismo ou de curandeirismo. Ela frisa, ainda, que se houver comprovação de vantagem remuneratória, também essa falsa promessa pode caracterizar estelionato. Durante o culto gravado, os pastores mencionam a possibilidade de doações de valores, inclusive disponibilizando máquinas de cartão aos fiéis.
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANUNCIE CONOSCO - (69) 98431 - 0154
loading...