Detentas evidenciam maus tratos após intervenção federal em presídio - CASTANHEIRAS NEWS , O SEU PORTAL DE NOTICIAS

+ NOTICIAS

Post Top Ad

DIVULGUE CONOSCO - castanheirasnewsoficial@gmail.com

Post Top Ad

DIVULGUE CONOSCO - (69) 98431-0154

sábado, 7 de setembro de 2019

Detentas evidenciam maus tratos após intervenção federal em presídio


Detentas do Centro de Reeducação Feminino (CRF), em Ananindeua, região metropolitana de Belém, relatam agressões e celas imundas com fezes após policiais enviados pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen) passarem a controlar o local, na última quarta-feira (04/09/2019). As informações são da Folha de S. Paulo.
Uma mulher, cuja identidade não foi revelada, conseguiu um alvará e foi solta na noite da própria quarta-feira (04/09/2019). Segundo a ex-detenta, a cela estava imunda. Água, urina, fezes e vômito cobriam o chão do Centro de Reeducação. A jovem relatou ainda que os agentes as mandaram sentar no chão e repetir várias vezes que “quem mandava no sistema agora era a Força Nacional”.
Tiraram tudo das presas, elas estão só de calcinha e sutiã. Algumas apanharam muito, eu apanhei. Era spray de pimenta na cara da gente”, disse.
A ação em Ananindeua faz parte de um projeto do ministério de Sérgio Moro de combate ao crime organizado. Chama-se “Em Frente, Brasil”. Os agentes nacionais foram enviados ao Pará para a “instalação de procedimentos disciplinares” no lugar que abriga 638 detentas, e apreenderam 50 celulares, 12 chips de celular, oito pendrives, 20 objetos perfurantes e drogas.
 Fonte: Metrópoles

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

DIVULGUE CONOSCO - (69) 98431-0154