Beber, tentar correr, cair e ser preso não é para qualquer um - CASTANHEIRAS NEWS , O SEU PORTAL DE NOTICIAS

+ NOTICIAS

Post Top Ad

DIVULGUE CONOSCO - castanheirasnewsoficial@gmail.com

Post Top Ad

DIVULGUE CONOSCO - (69) 98431-0154

sábado, 13 de julho de 2019

Beber, tentar correr, cair e ser preso não é para qualquer um


A polícia militar de Jaru (RO), prendeu um homem identificado pelas iniciais F. L. A., idade não informada, que disse morar no Mato Grosso, mas que passou pela cidade e resolveu tomar oito cervejas e oito vodcas. O problema foi na hora de pagar a conta.
F. L. A. tentou pagar com cartão, mas não há no ‘bar’, esse tipo de recebimento. “É só no dim, dim, mesmo”. Foi aí, que a cobra fumou.
A dona do estabelecimento, identificada pelas iniciais V. P. da Silva, idade não informada, ofereceu ao ‘bebum metido a esperto’, carona até o banco aonde é correntista, para sacar o dinheiro referente ao pagamento do consumo. O problema é que F. L. A., fugiu de dentro do automóvel que o conduziria para sacar a bufunfa.

No ‘tropelo’ da carreira, acabou caindo pelo chão afora, se sujou ainda mais, ficou todo empoeirado, lesionou o ombro, já abriu ‘pereba e ralado’ pelos cotovelos afora e foi um “aranzel” daqueles.
Foi todo mundo parar na Unisp, pois, chamaram os homens de azul que agora tem viaturas em novas cores e dizem que são mais potentes. Pelo menos mais luzes – giroflex – tem com gosto, elas são azuis, laranjadas e avermelhadas, os homi chegam, chegando.
Depois de ter tomado um ‘esfrega’ daqueles, F. L. A., que disse não se lembrar do seu logradouro no estado do Mato Grosso, já pedia era para ser preso. Ele pelejava para ser levado logo para o xadrez, afinal, pensa numa mulher brava a dona do ‘bar’, estabelecimento que provavelmente, F. L. A., não frequentará tão cedo.
Como a proprietária prestou queixa crime, agora ambos se encontrarão mui em breve, para uma audiência, segundo o boletim relatou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

DIVULGUE CONOSCO - (69) 98431-0154